Mudar o Mundo

Em 24/06/2016


Será que vou de preto ou branco? Sei lá. Na dúvida vou de amarelo. Não, pera aí, vão achar que sou egocêntrico. Azul então! Não, vou ser muito previsível. E vermelho? Excêntrico. A que saco, não vou mais, desisti. Vou ficar em casa e comer pipoca salgada mesmo, ir no mercado dá muito trabalho.


Escolhas, tenho pensado nelas.


Isso me lembra a discussão do extra quadro, penso no poder que temos. Sim, poder. Para mim, algumas vezes o mais difícil não é enquadrar, mas decidir o que deixar de fora, pois sei que a escolha que eu fizer vai mudar o significado da imagem.


Mas tudo bem, é assim mesmo. Ao som do clique alguma coisa estará enquadrada e está feito! Esta perspectiva, profundidade, interpretação, esse momento de pause, agora são eternos.


Gostaria de poder voltar no tempo, mas não dá. Vontade de empurrar algo para dentro do quadro. Ah, são diversas razões, mas a principal, é que mudei. Não de um local para o outro, mas por dentro. Fui afetado pelas fotos que fiz e algumas vezes mais pelas que deixei de fazer, e tantas outras pelo que ficou de fora. Paciência.


Sei que é muito importante orquestrar todas as escolhas para que elas contribuam na formação de um conceito sólido, fechado e estrutural. É assim com os negócios, é assim com a vida.


Aliás, falando em vida, pense nela como uma fotografia, só que ao invés de escrita com luz, é escrita por escolhas, essa é a beleza. Diferente daquela bidimensional, a imagem da nossa vida não tem arestas, podemos avançar no extra quadro e reinserir o que deixamos de fora, pois nela as exposições sempre são longas e a luz sempre é contínua, basta ter a atitude e mudar o mundo.

Lista VIP - Faça parte

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

cadastrar

A que não precisa de legendas

Em 10/06/2016


Acho que vou usar fotografias, afinal, elas valem por mil palavras. Deve funcionar, minha mulher diz que sou calado, que deveria falar mais. Mas será que são mil mesmo? Ok, concordo, quem atribui as palavras é o expectador. Mas por outro lado, este significado e suas palavras são inspiradas inicialmente por um de nossos sentidos: a visão. Talvez por estar turva, desfocada, ou sufocada pelo co